23 de setembro de 2019

Integrando o "Tom Sobre Tom" e acompanhada pelo "Alquimia Brasil", Lígia Jacques participa de um novo projeto musical.


Na próxima quinta feira, 26 de setembro, a cantora Lígia Jacques volta ao palco em um novo show. Desta vez, ela estará compondo o quarteto vocal "Tom sobre Tom" e ao lado do trio instrumental "Alquimia Brasil" em um projeto musical coletivo que teve inicio em 2018 e ao qual, a cantora tem se dedicado com grande entusiasmo. O show acontece às 19h30, no MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal dentro do projeto Ensaio Aberto e tem entrada gratuita. 

Com estilo refinado e utilizando uma harmonização sofisticada e moderna, com revezamentos nos solos, as vozes do quarteto "Tom sobre Tom", emolduradas pelo instrumental do trio "Alquimia Brasil", transitam por notáveis compositores da Música Popular Brasileira, como Vinícius de Moraes, Tom Jobim, Flávio Venturini, Francis Hime, Chico Buarque e Villa Lobos, dentre tantos outros expoentes da música brasileira, além de visitarem também grandes Clássicos do Repertório Popular Internacional. 

 "Tom Sobre Tom"
O quarteto vocal “Tom Sobre Tom” reúne as cantoras Lígia Jacques, Ivânia Marinho, Vanêssa Heilbuth e Valéria Val. Os arranjos vocais são assinados pelo músico-violonista e compositor Rogério Leonel, fundador do Grupo e autor do livro “Harmonia das Vozes” [origem para o nome do Show] com vinte arranjos vocais de sua autoria. Seus arranjos buscam privilegiar as vozes em expressões distintas, tanto nos arranjos à capela como nas músicas acompanhadas pelo Trio instrumental “Alquimia Brasil”: Rogério Leonel (Arranjos Vocais & Violão Nylon), Ezequiel Lima (Baixo Elétrico) e Carlos Boëchat (Bateria & Percussão), músicos que já estão na estrada há bom tempo, trilhando caminhos diferentes mas pensando e sentindo a música de maneira idêntica: – transmutar canções que se tornaram ícones na Música Popular Brasileira, e Clássicas do Repertório Popular Internacional, revestindo-as de modernas e ousadas harmonias próprias à sua identidade musical.

SERVIÇO:
Ensaio Aberto com grupos Tom sobre Tom e Alquimia Brasil
Data: 26 de setembro (quinta)
Horário: 19h30
Local: MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal - Praça da Liberdade, s/nº Prédio Rosa - BH
Entrada: O show tem entrada gratuita. Sujeito à lotação do espaço.

15 de março de 2019

Tom Sobre Tom e Alquimia Brasil foram selecionados para o Projeto Ensaio Aberto 2019.


Foi divulgado nesta sexta feira (15) o resultado do processo seletivo da edição 2019 do Projeto Ensaio Aberto do MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal. Entre os 20 concorrentes pré selecionados, 12 foram escolhidos por voto popular e participarão das apresentações mensais com início previsto para abril, nas noites de quinta feira, na Praça de Convivência do Museu. 
Entre as atrações selecionadas destacamos o quarteto vocal “Tom sobre Tom” que reúne as cantoras Lígia Jacques, Valéria Val, Vanêssa Heilbuth e Ivânia Marinho que se apresentam ao lado do trio instrumental "Alquimia Brasil".

Com estilo refinado e utilizando uma harmonização sofisticada e moderna, com revezamentos nos solos, as vozes transitam por notáveis compositores da Música Popular Brasileira, como Vinícius de Moraes, Milton Nascimento, Tom Jobim, Flávio Venturini, Dori e Dorival Caymmi, dentre tantos outros expoentes da nossa música, além de também visitarem grandes Clássicos do Repertório Popular Internacional. 

Os arranjos vocais são assinados pelo músico-violonista e compositor Rogério Leonel, fundador do Grupo e autor do livro “Harmonia das Vozes”, com vinte arranjos vocais de sua autoria. Seus arranjos buscam privilegiar as vozes em expressões distintas, tanto nos arranjos à capela como nas músicas acompanhadas pelo instrumental. 

O quarteto será acompanhado pelo instrumental “Alquimia Brasil”, formado por Rogério Leonel (arranjos vocais & violão nylon), Ezequiel Lima (baixo elétrico) e Carlos Boëchat (bateria & percussão), músicos que já estão na estrada há bom tempo, trilhando caminhos diferentes mas pensando e sentindo a música de maneira idêntica: transmutar canções que se tornaram ícones na Música Popular Brasileira e clássicas do Repertório Popular Internacional, revestindo-as de modernas e ousadas harmonias próprias à sua identidade musical. 

Aguardem a data do show.


"Lobo Bobo"( Ronaldo Boscoli e carlos Lyra) com Quarteto Vocal Tom sobre Tom e Trio Instrumental Alquimia Brasil


13 de março de 2019

Votação popular do Projeto Ensaio Aberto encerra amanhã. Registre seu apoio.


O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal lançou este ano mais uma seleção de músicos e bandas para se apresentarem no Ensaio Aberto, projeto de parcerias com músicos de Minas Gerais para ocupação artística e musical do Museu. A Cantora Lígia Jacques, como uma das vozes do Quarteto Tom sobre Tom e ao lado do grupo instrumental Alquimia Brasil concorre a uma das vagas para compor esta programação que acontece de de abril a dezembro de 2019, sempre na última quinta-feira do mês.

O processo de votação popular já está em curso. Pra você registrar seu voto em favor deste show, que promete um encontro de grandes vozes e instrumentistas com arranjos incríveis, basta acessar o link https://m.facebook.com/mmgerdau/photos/a.2236304109763795/2236305499763656/?type=3 e curtir a foto acima.

As votações encerram amanhã e o resultado com o nome dos selecionados será divulgado no dia 15/03/2019, no site do MM Gerdau.


Ouça o Quarteto Tom sobre Tom e o Grupo Instrumental Alquimia Brasil


15 de abril de 2017

Lígia Jacques é uma das atrações do Minas ao Luar Especial Semana Nacional do Choro 2017.

Lígia Jacques - Foto: Raira Moraes.
Lígia Jacques é uma das atrações do Minas ao Luar Especial promovido pelo SESC, integrado ao Sistema Fecomércio-MG, Sesc e Senac, em parceria com o CLUBE DO CHORO DE BH, em comemoração à Semana Nacional do Choro 2017.
Neste show, Lígia interpretará clássicos do choro, alguns gravados pela cantora no seu segundo CD “Choro Cantado”, como Odeon (Enesto Nazareth com letra de Vinicius de Moraes), Pedacinhos do Céu (Waldir Azevedo com letra de Miguel Lima), Tico tico no fubá (Zequinha de Abreu e Eurico Barreiros), além de Falando de Amor (Tom Jobim), gravado por Lígia no primeiro CD “Choro Barroco”, entre outros. 
Acompanhando Lígia, estarão grandes chorões de Belo Horizonte: Sílvio Carlos (violão de 7 cordas e coordenação artística), Carlos Walter (violão de 6), Cícero do Acordeon (acordeon) , Hélio Pereira (bandolim) e Camargo (pandeiro). O homenageado da noite será o trombonista Marcos Flávio. 

O show acontecerá no Restaurante Maria das Tranças, na Rua Professor Moraes, 158, na próxima terça feira, dia 18, a partir das 19:30. Sem cobrança de couvert artístico. 
Acesse e programação completa da Semana Nacional do Choro no site do Clube do Choro de BH.

3 de março de 2016

HARMONIA ROGERIANA.

O COMPOSITOR E VIOLONISTA ROGÉRIO LEONEL ACABA DE LANÇAR SEU PRIMEIRO LIVRO, ONDE REGISTRA SEU TRABALHO COMO ARRANJADOR VOCAL.

Violonista, compositor e arranjador, Rogério Leonel que assina a direção musical e os arranjos instrumentais e vocais dos dois CDs da cantora Lígia Jacques (entre outros artistas como Titane, Ladston do Nascimento, Loslena Porfírio, Toninho Camargos e Ladston do Nascimento),  acaba de lançar sua primeira obra literária.
Em "Harmonia das vozes", produzido com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte, ele reúne 20 de seus melhores arranjos, todos de canções de compositores mineiros. É sem dúvida um livro que não pode faltar nas estantes de maestros que trabalham com quartetos e corais.
Sua música “Choro Barroco”, gravada por Lígia Jacques em seus dois álbuns, no primeira vocalizada e no segundo, já letrada foi incluída como tema de abertura no documentário “Vanja Orico”, produzido por Luiz Carlos Prestes Filho para o “Canal Brasil”.
Apreciado e admirado pela competência de seus aranjos e composições, o lançamento de seu livro já ganhou repercussão entre grandes nomes da música brasileira.

Rogério Leonel. Foto: Bárbara Syan
Harmonia rogeriana 
"Grande feito esse 'Harmonia das vozes', de Rogério Leonel, abnegado militante da música. Tudo que procura realizar é feito com paciência, apuro e boniteza; seu produto é destaque entre os demais. Nunca será tarefa fácil atingir o conhecimento musical adquirido pelo nosso amigo, nem mesmo adotar, diante da vida, como coerência, a atitude radical em defesa de seus teoremas, como o faz sempre. 
Há décadas Rogério se dedica a escrever para muitas vozes, unindo sofisticação e simplicidade. As meninas do 'Tom sobre tom' e os integrantes do 'Da boca pra fora' conhecem de cor o desafio de lidar com o exigente arranjador, lapidando música como diamante, permitindo, em contrapartida, brilho invejável ao trabalho de grupos vocais, coros e, certamente, de compositores. Esse registro de 'Harmonia das vozes' vem coroar tanta generosidade! "
Toninho Camargos – Compositor, letrista, poeta.

"Sou muito fã de suas composições e do seu toque de violão de extrema sensibilidade e musicalidade. Sua interpretação é de alto quilate. 
O seu trabalho como educador, diretor musical de discos e shows tem se destacado no cenário de Minas para o Brasil e o mundo. 
Porém no livro Harmonia das vozes, com partituras de seus arranjos vocais, especialmente para o Grupo Vocal Da Boca Pra Fora e Quarteto Vocal Tom Sobre Tom (com destaque para a cantora Lígia Jacques), vem afirmar sua competência como arranjador de bom gosto, de harmonia privilegiada e técnica relevante. 
Além do mais, estudantes e profissionais de música podem experimentar tocar suas partituras deste maravilhoso livro com outras formações musicais, como: naipe de madeiras, metais e cordas, e até mesmo em grupos de choro por sua singular instrumentação. 
Com certeza este livro será de cabeceira pra mim também, quero aprender muito com ele. Para muitos, e especialmente pra mim, o músico Rogério Leonel é um mestre, um guru, uma rara pessoa nesse planeta que expressa sua música com o coração de anjo e alma musical privilegiada e abençoada por Deus! 
Com admiração, desejo um grande sucesso ao mestre Rogério Leonel por seu trabalho musical inovador! "
Toninho Horta – Guitarrista, compositor e arranjador

“Foi um imenso prazer participar como músico do trabalho de Rogério Leonel. Seus arranjos, elaborados com muito bom gosto e elegância, contribuem para que a música mineira se destaque ainda mais no cenário nacional.“
 Ezequiel Lima - Contrabaixista, compositor.


Contatos: Facebook 

29 de outubro de 2015

LÍGIA JACQUES É A PRÓXIMA ATRAÇÃO DO PROJETO ELAS.



Lígia Jacques - Foto: Antônio C .Freitas Junior 

Compondo a programação do Projeto ELAS, dedicado a mostrar o trabalho das cantoras mineiras, LÍGIA JACQUES se apresenta na próxima terça, 3 de novembro, às 19h30, no Teatro de Câmara do Cine Theatro Brasil Vallourec.
Acompanhada pelo violão de Rogério Leonel, que também assina a direção musical e os arranjos, a cantora interpreta canções que marcaram sua trajetória desde seu primeiro CD, "Choro Barroco", como Passarim, de Tom Jobim, “Porto” de Dori Caymmi, “Aqui, Oh!”, de Toninho Horta e Fernando Brant, homenagem ao grande escritor, falecido recentemente. Além disso, apresenta clássicos da MPB, como “Rancho das Namoradas”, de Ary Barroso e Vinicius de Moraes, “Onde a dor não tem razão”, de Paulinho da Viola, entre outras. 
Destaques para parcerias inéditas de Rogério Leonel com Valter Braga: “Um outro samba de Noel” e com o poeta Antônio Barreto: “Razões do vento”, como também para “Amarcord”, música tema do Filme de Fellini, com letra de Jorge Fernando dos Santos. E como não poderiam faltar os Choros, Lígia interpreta “Catavento e Girassol” de Guinga e Aldir Blanc e “Falando de Amor”, de Tom Jobim, com a participação mais que especial do Grupo Vocal DaBocaPraFora, do qual é regente e preparadora vocal. O grupo canta também “Navio de Pedra”, de Ladston do Nascimento e “Lua Cheia” de Toquinho e Chico Buarque.
Um show imperdível!


DaBocaPraFora - Foto: Vânia Aroeira
O GRUPO VOCAL DABOCAPRAFORA já existe há 16 anos, sob a batuta e preparação vocal de Lígia Jacques e direção musical e arranjos de Rogério Leonel. O grupo tem uma proposta de cantar música popular brasileira, com atenção especial para os compositores de Belo Horizonte como Toninho Camargos, Ricardo Faria, Luiz Henrique de Faria, Juarez Moreira, entre outros. Outro traço do grupo é cantar pelo prazer, como uma atividade extra profissão, já que todos os membros são profissionais de outras áreas. Já se apresentou em vários Festivais de Corais, como o Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte, promovido pelo Maestro Lindomar Gomes e em teatros, como: Sala Sérgio Magnani (Fundação de Educação Artística) e no Teatro do Colégio Santo Agostinho. Gravou com Hudson Brasil (CD “O Tom e o Fundamento”) e com Toninho Camargos (CD “Encontros”). O grupo conta atualmente com 12 integrantes.


SERVIÇO:
Projeto Elas apresenta: Lígia Jacques
Data: 03 de novembro - terça feira
Horário: 19h30
Local: Cine Thetro Brasil Vallourec - Av. Amazonas, 315 - Centro - BH
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$15,00 (meia) na bilheteria do teatro, pelo telefone 2626-1251 ou pelo link:
http://www.compreingressos.com/espetaculos/5369-projeto-elas-apresenta-lÍgia-jacques-teatro-da-camara
Produção cultural: Luiz Trópia e Tadeu Martins